DestaqueNotícias

Secretaria de Saúde fará contratação de 1 mil agentes de combate á dengue

São 500 vagas para agente de vigilância ambiental e 500 para agente comunitário de saúde. Inscrições abrem dia 6 de setembro; salários chegam a R$ 2 mil.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal lançou, nesta terça-feira (31), um edital de processo seletivo para contratação temporária de 1 mil agentes de Saúde e de vigilância Ambiental, além da formação de cadastro de reserva pelo prazo de um ano, prorrogável por igual período.

A publicação está no Diário Oficial (DODF). São 500 vagas para agente de vigilância ambiental em saúde e outras 500 para agente comunitário de saúde, que, entre outras funções, vão atuar no combate à dengue.

As inscrições para o processo seletivo serão realizadas pela Internet, no site do IBFC, na aba “Inscrição e 2ª via do Boleto”, a partir das 10h do dia 6 de setembro. O prazo é até as 23h59 do dia 21 de setembro.

O salário é de R$ 2 mil para agente de vigilância ambiental e R$ 1,7 mil para agente comunitário de saúde. Segundo o edital, os contratados não terão direito ao recebimento de gratificações e nem auxílios que integram a remuneração dos servidores efetivos. O pagamento é restrito à remuneração básica.

Quem pode participar

Para concorrer às vagas é necessário ter concluído o ensino médio e ter, no mínimo, 18 anos. O processo seletivo simplificado prevê as etapas de análise curricular, de caráter classificatório, e procedimento de heteroidentificação (cotas para negros), também de caráter classificatório.

A seleção tem como objetivo a contratação de profissionais para o combate à dengue e outras endemias, além do cadastramento dos usuários do Serviço Único de Saúde (SUS) na atenção primária e outras ações típicas dos agentes, com ênfase também no enfrentamento à pandemia de Covid-19.

Por esta razão, fica vedada a participação e contratação de candidatos pertencentes ao grupo de risco para Covid-19, conforme recomendações de proteção à saúde do Ministério da Saúde. Veja restrições:

Pessoas com idade igual ou superior a 60 anos

Diabetes insulino-dependente

Insuficiência renal crônica

Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), enfisema pulmonar, asma moderada ou grave, tuberculose ativa ou sequela pulmonar decorrente de tuberculose

Doenças cardíacas graves, insuficiência cardíaca e hipertensão arterial sistêmica severa

Imunodeprimidos

Obesidade mórbida com IMC igual ou superior a 40

Cirrose ou insuficiência hepática

Gestantes ou lactantes de crianças até um ano de idade

Responsáveis pelo cuidado ou que coabitam com uma ou mais pessoas com confirmação de diagnóstico de infecção por Coronavírus

Fonte: globo.com/df

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Queremos ouvir você! Ajude o Brasília Online a ficar com a sua cara.
👋 Mande sua mensagem, notícia, elogio, reclamação ou dúvida sobre anúncio